domingo, 6 de outubro de 2019

CONSULTÓRIO LITERÁRIO

Há remédios para a alma. São os livros.
Marca a tua consulta e vai ao Consultório Literário, na Biblioteca Escolar (escola secundária).


Um dos livros inspiradores, a farmácia do Consultório Literário.


CONCEITO DE BIBLIOTERAPIA

“Procurei a tranquilidade em todos os lugares e só a encontrei sentado num canto isolado, com um livro nas mãos”. – Thomas De Kempis –

Para os gregos, as bibliotecas eram espaços que curavam a alma. A literatura pode, sem dúvida, ser uma ferramenta terapêutica para superar as mais variadas situações (mudança de casa, desemprego, divórcio, solidão, dificuldade em tomar decisões, problemas de saúde…) e os leitores podem escolher, de entre uma lista de livros selecionados, os que mais se adequam a cada ocasião, porque um livro é muito mais do que um refúgio.
A literatura (associada a uma terapia adequada, aconselhamento, medicação, dieta equilibrada e estilo de vida saudável) pode contribuir para  que as pessoas que apresentem um quadro clínico acima mencionado, possam obter alguns resultados. Através dela, conseguimos organizar o caos e a desordem interna que reina em nós, após maus momentos ou episódios traumáticos. Um bom livro e/ou um belo poema podem fazer-nos reconhecer, aliviar e curar a dor emocional que em certos momentos nos envolve e nos aflige. Inclusivamente, há hospitais onde médicos e enfermeiros já estão a prescrever os livros para pacientes que sofrem, para neles encontrarem alívio.
No livro onde se desenvolve o conceito de biblioterapia intitulado The Novel Cure – An AZ of Literary Remedies, da autoria de Ella Berthoud e Susan Elderkin, as autoras garantem que a virtude do consolo e da ajuda para clarificar situações complexas foi desde sempre uma das funções da literatura. Este é um livro que apresenta a literatura para pessoas que procuram habitualmente ajuda em livros de não-ficção (autoajuda) para enfrentarem as suas dificuldades, respostas para dúvidas existenciais e dilemas quotidianos.
Em síntese, pode-se afirmar que a literatura é:
• uma alternativa à realidade;
• uma catarse dos conflitos e da agressividade;
• uma segurança espiritual;
• um sentimento de pertença;
• a abertura a outras culturas, sentimentos de amor, superação das dificuldades;
• o transporte que leva o leitor para outra existência e mostra o mundo de um ponto de vista diferente;
• o meio de nos tornar melhores pessoas, melhores observadores da vida e mais atentos;
• aventura.

FONTES
“A literatura e a poesia podem nos ajudar a superar uma depressão?” in http://twixar.me/6nx1 [consultado em 035/09/2019]
Biblioterapia, in http://twixar.me/Hnx1 [consultado em 05/10/2019]
https://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/18164/1/ulfl17913_tm.pdf [consultado em 04/10/2019]




quinta-feira, 3 de outubro de 2019

terça-feira, 1 de outubro de 2019

RESUME UM LIVRO NUMA FRASE - CONCURSO

O tema do Mês Internacional das Bibliotecas Escolares, este ano, é "Vamos imaginar".
Assim, a Biblioteca Escolar desafia-te a participares no concurso de escrita "Resume um livro numa frase".
Imagina que tens muito pouco tempo para contares o livro que leste a um(a) amigo(a).
Imagina que, em poucas palavras, tens de o(a) convencer a ler o livro que leste.
Imagina as palavras que vais usar para o(a) convenceres.

Redige a tua frase (pode ser em português, inglês ou francês) e entrega-a na Biblioteca da tua escola, indicando o teu nome e turma e o título/autor do livro que resumiste numa frase, até ao final de outubro.
Podes participar com quantas frases quiseres.
Critérios para seleção dos 3 melhores resumos (um por cada faixa etária):
  1. O resumo só pode ter, efetivamente, uma frase;
  2. A frase deve ser criativa e apelativa;
  3. A frase não pode desvendar o fim da história.
Fatores de desvalorização:
  • erros de ortografia
  • erros de construção frásica.
Fatores de desclassificação:
  • Frase não original;
  • Mais do que uma frase.

Público-alvo: alunos de 2º, 3º ciclos e ensino secundário.

segunda-feira, 30 de setembro de 2019

MIBE 2019 - "VAMOS IMAGINAR!"

Em 2019, o tema para o Mês Internacional das Bibliotecas Escolares (que se comemora em outubro)   é "Let's Imagine"/ "Vamos imaginar". 
Este ano, a International Association of School Librarianship (IASL) convida os participantes a pensar e celebrar a ligação entre livros, leitura e bibliotecas escolares e a imaginação.
"Que o MIBE 2019 seja uma celebração mundial criativa e imaginativa do poder das bibliotecas para transformar o mundo."
A RBE lançou uma proposta de atividades, a concretizar ao longo do mês de outubro, que podem ser lidas aqui.

"QUANTAS LÍNGUAS CABEM NA LÍNGUA PORTUGUESA?"

"Em Cabo Verde não se pode usar a expressão "pitada de sal". No Brasil ninguém sabe o que é um autoclismo. Mas todos nos entendemos".
A Língua Portuguesa, que é falada por mais de 260 milhões de pessoas possui uma enorme riqueza como o comprova este artigo.
Ler o artigo completo aqui.

COMPETÊNCIAS PARA APRENDER A VIVER NO SÉCULO XXI